Festival «Dias da Dança»

O festival Dias da Dança preenche mais de dez espaços em Matosinhos, Gaia e Porto, num evento internacional dedicado à dança contemporânea capaz de funcionar como montra para os coreógrafos do Norte e de atrair grandes nomes do circuito internacional.


Este festival vai realizar-se de 27 de abril a 7 de maio em vários espaços dispersos pelas três cidades.  Teatro Municipal Rivoli, Teatro Municipal Campo Alegre, Fundação de Serralves, Teatro Nacional São João, Coliseu do Porto, Mala Voadora, no Porto, o Cine-Teatro Constantino Nery, em Matosinhos, e o Auditório Municipal de Gaia e o Armazém 22, em Gaia, além do espaço público nas várias cidades, programação gerida pelo Balleteatro.

A apresentação da primeira edição da iniciativa aconteceu na passada quarta-feira, no Café-Concerto do Rivoli, com as presenças dos presidentes da Câmara do Porto, Rui Moreira, de Matosinhos, Guilherme Pinto, do vereador da Cultura da Câmara de Gaia, Delfim Sousa, e do diretor do Teatro Municipal do Porto, Tiago Guedes.

O Festival DDD parte da ideia da ligação que se pode construir entre as três cidades e propõe uma programação com 27 espetáculos e muitas outras atividades, num programa dividido em três áreas distintas.

Há novas criações de Né Barros, Marlene Monteiro Freitas, André Mendes, Raimund Hoghe, Vera Mantero, Aimar Pérez Galí, entre muitos outros nomes, para ver em estreia nacional ou absoluta.

Há ainda várias masterclasses com coreógrafos, conversas pós-espetáculo e festas de abertura e encerramento (encontros e festas na Mala Voadora), além de sessões de cinema temáticas e vários encontros.

Na última área programática, denominada “DDD Extra”, são propostas atividades complementares aos espetáculos, com relevo para o público estudantil. Diversos workshops e masterclasses vão acontecer em escolas artísticas das três cidades, estimulando a relação de proximidade entre criadores e o ensino da dança.

Os bilhetes para os vários espetáculos do Festival DDD- Dias da Dança encontram-se à venda nas bilheteiras dos respetivos locais de apresentação, à exceção do Passe Conjunto DDD, no valor de 40 euros, exclusivamente disponível na bilheteira do Rivoli. Os preços para espetáculos individuais variam entre os 10 euros para apresentações internacionais em auditórios e 7,5 euros para criações nacionais, também em auditórios. Noutras salas de apresentação, as entradas terão um custo de 5 euros.

O programa completo está disponível em www.festivalddd.com.

Deixa um comentário