Fratura do fémur pode ser fatal para quem tem osteoporose

A fratura do fémur é a principal consequência para quem tem osteoporose e pode ser fatal após um ano. Esta é a conclusão de uma investigação realizada por especialistas do Hospital Garcia de Horta.


Os doentes que sofrem de osteoporose e que fraturam o fémur correm o risco de morrer no ano seguinte a este episódio acontecer. O desconhecimento ou a falta de tratamento para esta doença são duas das causas que podem levar a esta fatalidade.

A percentagem de pessoas que morre, no ano seguinte após a fratura do fémur, é de 10 a 20%, segundo dados recolhidos pela agência Lusa.

A osteoporose é uma doença “generalizada do esqueleto que se caracteriza por uma diminuição da densidade mineral óssea (DMO) e alterações da qualidade do tecido ósseo, conduzindo a um aumento da fragilidade óssea e consequentemente, a um risco elevado de fratura.”, refere a Sociedade Portuguesa de Reumatologia. Embora atinja homens e mulheres, surge principalmente após a menopausa.