Ser vegetariano na Lusófona do Porto

“Sou vegetariano!” É uma frase que se ouve com frequência. Apesar de poucos restaurantes servirem este estilo de vida, a cantina da Universidade Lusófona do Porto (ULP) já apresenta algumas opções.

São cada vez mais os que aderem à moda de ser vegetariano, mas o que é que isso significa?

Diogo Moreira.

Diogo Moreira, aluno da ULP, é Ovalactovegetariano. Após várias tentativas, o estudante de Ciências da Comunicação rejeita produtos de proveniência animal, abrindo apenas uma exceção para o consumo de ovos e leite. Da opinião de que a cantina da sua Universidade tem pouca variedade, Diogo acha que deveria haver uma evolução nesse sentido.

No entanto, Carina Dias, uma das responsáveis belo bar/cantina corrobora a ideia, dizendo que “normalmente têm cinco a seis pratos, incluindo as saladas, por dia.” Questionada relativamente à variedade dos pratos, Carina diz que “há muita variedade” e têm  “os menus à parte que as pessoas podem escolher”.

Carina Dias.

As saladas são o tipo de refeição mais conhecido, mas existe uma enorme diversidade de ementa para quem é adepto deste modo de vida, como por exemplo, o Tofu, Seitan, arroz, feijão e também grão-de-bico. Não esquecendo todos os tipos de massas que se conhecem.

Apesar de ainda persistir alguma desinformação sobre o tema por parte dos alunos, a introdução de pratos vegetarianos na cantina é uma das formas de chegar a mais estudantes.

Deixa um comentário