Como é | Joanetes

Como é viver com Joanetes?

Margarida Oliveira não gosta de ir a sapatarias. É uma angústia enorme quando pensa no tempo que vai demorar a escolher um novo calçado que melhor se adeque ao seu pé. São raras as vezes em que usa salto alto e, no dia seguinte, quando usa calçado raso, é um pesadelo.

“Tem de ter a biqueira bastante larga e a palmilha muito confortável ou ortopédica. Obrigatoriamente o calçado tem de ser raso.” É o que diz sempre a quem a atende nas sapatarias.”

Margarida tem joanetes e calos desde os dez anos, e estes problemas nos pés têm afetado a sua marcha diária. A partir dessa tenra idade notou que os seus pés eram diferentes das meninas da sua idade. O osso saliente incomodava-a bastante, mas o incómodo maior era o facto de não poder usar o calçado que queria, mas sim o que melhor se adaptava aos seus pés. Aos 20 anos,surgiram os primeiros calos. A partir daí, para além do incómodo, a dor nos pés atormentava-a a cada passo que dava.

“A minha mãe já tem os pés assim, e o meu irmão mais velho, [também]. É hereditário. Não quero ficar assim muito mais tempo. Tenho de ser operada. Com o decorrer dos anos os meus dedos vão entortando, e vai causar-me ainda mais transtornos e preocupações. Os joanetes tenho mesmo de os operar, os calos tenho de continuar a frequentar sempre que necessite um podologista.”

O podologista aconselhou Margarida a utilizar umas próteses de silicone para separar os dedos. Usa também por baixo das palmilhas do seu calçado, palmilhas de silicone. O podologista tira os calos com uma lâmina profunda e ameniza a situação, no entanto não é definitivo.

“Passado uns tempos tenho de marcar nova sessão, eles aparecem de novo. Apesar de manter sempre os pés hidratados, os calos doem bastante quando estão no seu auge de crescimento. Acabo por não ter gosto em tratar dos meus pés para que fiquem bonitos. Não me lembro da última vez que limei ou pintei as unhas dos pés.”

                                                                             
Pés de Margarida Oliveira – Fotografia de Rita Silva

O que é a Podologia?

A podologista Sofia Gaspar esclarece que, “a podologia está disposta a tratar todas as afeções que acontecem no pé, a ajudar a prevenir todas as mazelas, a conhecermos o nosso pé para melhorarmos e caminharmos de uma forma saudável e harmoniosa”.

Fase de intervenção

Para corrigir qualquer tipo de assimetrias nos pés só é possível a partir dos 18 anos de idade.

Causas de visita à Podologia

Pé de atleta, comichões, verrugas, calosidades, joanetes e pé chato e pé calvo.

Calosidades

Devem ser removidas com o bisturi, e aparecem em zonas de sobrecarga, o que indica que algo está mal no corpo da pessoa para produzir estas calosidades que tem de ser identificado. Existem certas características e é importante proceder a uma avaliação.

Joanetes

Sofia Gaspar afirma que “Nós não nascemos com joanetes. Nós vamos formando os joanetes por sobrecarga. A sobrecarga pode ter vários fatores, pode ser: uma questão de estrutura, o que faz com que o nosso tipo de pé condicione aquele lesão. Por uma questão de calçado e indumentária, às vezes deformamos o nosso corpo porque não o conhecemos.

Prevenções

Deve-se lavar diariamente os pés com água não muito quente e sabão de pH neutro

Hidratar regularmente os pés com cremes à base de ureia no caso de querer descamar tanto os pés como as unhas, ou reter mais água dentro das células. Ou opte por cremes sem ureia no caso de querer evitar possíveis inflamações devido a sensibilidades nos seus pés.

Esfoliar os pés pelo menos uma vez por semana.

Cortar as unhas corretamente o que pode prevenir inflamações.

Usar calçado adaptado a cada tipo de pé.

Apoios

A Associação Portuguesa de Podologia (http://appodologia.com) presta auxílio e informa estas pessoas nas áreas da podologia, podologia infantil, podologia geriática, pé de risco e podologia desportiva. Divulga cursos, formações, workshops e congressos dos mais variados ramos que envolvem esta área, como cursos de osteopatia do pé, workshops de cicatrizações, congressos nacionais de podologia entre tantos outros eventos.

Localização

Avenida da Boavista nº 80 – 2º piso na Sala 20

4050 – 112 Porto, Portugal

Contactos

Telefone e Fax: +351 224 225 337

Telemóvel: +351 919 273 706

Deixa um comentário