Melhorar a vida a dançar

São vários os médicos especialistas que apelam a que façamos exercício físico aliado a uma alimentação equilibrada. Muitos estudos comprovam que são dois dos cúmplices a uma melhor qualidade de vida. O exercício físico pode traduzir-se na dança.

Já pensou nisso?

Sabia que na dança encontra inúmeros benefícios aliados ao seu físico e à sua mente?

Nos benefícios físicos encontra várias razões para se auto motivar a dançar:

– Aumenta de energia: estudos demonstram que se uma pessoa praticar dança semanalmente pode melhorar quer o rendimento físico quer os níveis de energia em adultos.

– Promove a perda de peso: é outro dos benefícios que a dança proporciona se praticada com regularidade.

– Ajuda o coração: a dança é uma grande atividade para pessoas com risco de sofrerem doenças cardiovasculares. Um estudo italiano conclui que as pessoas com insuficiência cardíaca, que praticaram dança como opção de exercício, melhoraram o desempenho desse órgão, bem como a respiração e a qualidade de vida de maneira significativa.

– Melhora a flexibilidade, força e resistência: Dançar requer uma grande flexibilidade. A maioria das aulas começa com um aquecimento que inclui vários exercícios flexíveis de alongamento. Aumenta a força, obrigando os músculos a resistirem ao próprio peso do corpo. Aumenta a resistência, que resulta na capacidade dos músculos trabalharem intensamente por períodos cada vez mais longos de tempo sem causar cansaço.

Os benefícios mentais e psicológicos dar-lhe-ão ainda mais motivação:

– A dança pode melhorar a memória à medida que envelhecemos. A ciência revelou que o exercício aeróbico pode reverter a perda do volume no hipocampo, parte do cérebro que controla a memória.

– Combate o Alzheimer: Um estudo demonstrou que dançar frequentemente ajuda a evitar os efeitos da doença de Alzheimer e outras formas de demência, bem como aumentar a precisão mental para as pessoas de todas as idades.

– Proporciona Felicidade: Dançar á algo que diverte praticamente todas as pessoas. Sorrir e rir enquanto se dança é praticamente natural. É um sinal que está a disfrutar desta atividade.

– Acaba com stress e depressão: A terapia de movimento da dança, além de melhorar a depressão, também melhora o stress psicológico por meio da regulação dos níveis de serotonina e dopamina no corpo.

– Melhora a confiança e auto estima: Cada vez que domina um novo passo de dança, experimenta um aumento de confiança, além de um humor elevado. Esse aumento acaba por ser refletido em todos os aspetos da vida.

– Ajuda a socializar: A prática de um exercício em grupo ajuda na socialização e a pensar em conjunto, além de contribuir para fazer novas amizades.

Portugal apesar de ativo não está muito enraizado face aos outros países no mundo da dança. Participou apenas duas vezes no Festival Eurovisão da Dança em 2007 a primeira vez obtendo o 5º lugar, e a segunda e última vez em 2008 ficando em 8º lugar.

O Festival Norte Dança é uma festival que ocorre todos os anos e que já conta com dezanove edições, sendo o Festival mais antigo de Dança Português, que recebe candidatos vindos de vários pontos do país e estrangeiro para apresentarem coreografias em Dança Contemporânea, Dança Clássica, Dança Jazz, Street Dance (Hip-Hop, Locking, Popping  etc…), Danças populares e Sapateado. É uma oportunidade para estudantes de dança, bailarinos, professores, directores de escolas, coreógrafos ou simplesmente amantes de dança.

Não pode perder esta oportunidade única, que será realizada no nosso país!

O dia 29 de Abril é o dia Mundial da Dança, e foi este ano celebrado com a realização de espetáculos, aulas e oficinas para o público de norte a sul do país. Aproveite esta ocasião para começar a dar mais ritmo à sua vida, pois a sua saúde sairá beneficiada. Além de ser uma ótima opção para se manter em boa forma física e adequada à sua idade, a dança traz inúmeros benefícios para o corpo e a mente.

O Dia Mundial da Dança foi instituído em 1982 pelo Conselho Internacional da Dança (CID), entidade criada sob a égide da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO). A data foi escolhida para recordar o nascimento do coreógrafo francês Jean-Georges Noverre, um dos pioneiros da dança moderna.

O sedentarismo ou inatividade física representam cerca de 6% das mortes mundiais, o que corresponde a cerca de 5,3 milhões de pessoas em todo o mundo. O levantamento, do Brigham and Women’s Hospital e da Harvard Medical School, nos Estados Unidos da América mostra que o sedentarismo está associado a cerca de 6% dos casos de doença arterial coronariana, 7% dos casos de diabetes e 10% dos casos de cancro do cólon e da mama em todo o mundo. No Brasil, a inatividade física é responsável por 8,2% dos diagnósticos de doenças cardíacas, 10,1% de diabetes tipo 2, 13,4% de cancro da mama e 14,6% dos casos de cancro do cólon. De acordo com os médicos, ser sedentário é praticar menos do que 150 minutos semanais de exercícios de forma moderada, como por exemplo, caminhar 30 minutos cinco vezes por semana.

 

Informação Locais onde Pode Dançar

Porto

A escola de Dança Apolo oferece ao seu público alvo 14 ritmos diferentes. Na dança social pode aprender danças latinas, clássicas e afro-cubanas. Na categoria afro-cubana é possível aprender kizomba, semba, bachata, salsa e merengue. Caso pretenda competir profissionalmente, esta escola, oferece ensinamentos por técnicos especializados em competição, preparação física e clássica.

http://apoloporto.com/

A Companhia Olga Roriz tem ao dispor dos interessados aulas de contemporâneo e condicionamento físico para profissionais e estudantes de dança.

http://www.olgaroriz.com/

O Ballet Teatro Contemporâneo do Porto é uma escola profissional que nasce no seio de um projecto de desenvolvimento para a dança contemporânea, teatro e performance.

A academia oferece cursos e tem desenvolvido uma ligação à comunidade através de protocolos, co-produções e parcerias com instituições nacionais e estrangeiras.

http://www.balleteatro.pt/

 

Espinho

A Giselle Academia de Dança é uma das academias mais conhecidas de Espinho com direção de Carolina Fraire e Eva Ramirez, que com a ajuda de vários professores ensinam várias tipos de dança desde hip-hop a dança contemporânea.

http://www.giselleacademia.pt/

O Sabor Latino com escolas em Coimbra, Espinho e no Porto oferece ao seu público diversos estilos de dança com permanente atualização no site dos horários e locais das mesmas. Desde cha-cha-chá,merengue, dança do ventre,mambo,rumbo, tango, mambo ou cubia são parte dos estilos que pode encontrar nesta academia.

http://saborlatino.pt/

A Academia de Dança de Espinho dedica-se ao ensino de danças de salão na vertente social e exibição, Latin Fit com ritmos latinos adaptados a mulheres e crianças.

https://www.facebook.com/acaddanca.deespinho/

 

Escolha a escola que melhor se adapte ao estilo que procura.

E já sabe, dance muito e seja feliz.

Deixa um comentário