Existe uma pastilha elástica capaz de detetar cancro

Uma empresa biotecnológica do Alabama, nos Estados Unidos, criou uma pastilha elástica que absorve determinadas substâncias libertadas pelos tumores. Estas quando absorvidas pela saliva, podem ajudar a prevenir alguns tipos de cancro de forma mais eficaz e precoce e ajudam a substituir várias análises.

A Volatile Analysis uniu-se à organização sem fins lucrativos Hudson Alpha, para desenvolver uma pastilha elástica capaz de absorver os chamados compostos voláteis (compostos que possuem alta pressão de vapor em condições normais) presentes na saliva humana.

Essas substâncias são segregadas por determinados tipos de cancro (como da mama, dos pulmões ou pancreas) que posteriormente são libertadas na corrente sanguínea ou na respiração e depois absorvidas pela saliva. Segundo explica Katherine Bazemore, diretora executiva da Volatile Analysis, que refere que um pulmão saudável e um pulmão com cancro exaltam compostos diferentes daí se conseguir detetar o tumor.

O jornal Daily Mail explica que, depois de ser mascada durante 15 minutos, a pastilha é analisada para verificar se contém ou não determinados químicos que revelam se a pessoa é portadora de um tumor.Ainda é um estudo muito superficial e não existem respostas quanto ao processo de análise da pastilha ou método utilizado até se verificar o cancro.

Neste momento os cientistas da Volatile Analysis desenvolveram diferentes tipos de pastilha elástica que podem detetar cancro do pâncreas, pulmões e da mama. A empresa tem como objetivo a aplicação de métodos de detecção de odor na deteção de doenças. Através de testes de diagnósticos precoces e rápidos, não invasivos e acessíveis.

A Volatile Analysis é uma empresa que soluciona problemas de odor e desenvolve tecnologias de aroma. A análise de odor é o seu serviço em destaque e é usado para detetar e medir produtos químicos odorosos. Na análise volátil, é utilizada a química analítica que inclui a identificação química e padrões químicos ativos que ajudam na ciência sensorial. Com a análise quantitativa é medida a quantidade de substâncias químicas presentes numa amostra ou no espaço livre da mesma. Esta análise é de especial importância no aroma, pois para um produto químico ter odor ele tem de ser volátil e estar presente em modo gaseificado.

Esta empresa é uma participante ativa em projetos globais. Neles inclui-se a parceria com o USDA num estudo da segurança alimentar aplicada à proteína de soro de leite para a indústria de laticínios. Além disso, atualmente está à espera de financiamento por parte do  USDA para a pesquisa olfativa de feijão de cacau.

A Volatile está ainda a investigar o odor de batata presente em feijões individuais de muitas plantas de café, interrompendo assim os processos dos fabricantes de café devido a odores desagradáveis. A investigação está a produzir novas informações para melhorar a compreensão dos verdadeiros químicos ou responsáveis ​​pelo problema.

Deixa um comentário