Microsoft no auge do avanço cientifico

A WebSummit é uma convenção tecnológica onde as grandes empresas dão a conhecer ao mundo os grandes avanços que conseguiram alcançar ao longo do ano.

Este é o caso da Microsoft que garante ter equipamentos para identificar todas as espécies animais do planeta em 500 anos. De facto, na conferência da WebSummit que tem por base a tecnologia, inovação e empreendedorismo, Robert Bernard, responsável pela Estratégia Ambiental da Microsoft, divulgou alguns dos avanços da empresa no domínio da inteligência artificial.

No palco ‘Planet Tech’, Bernard explicou que a Microsoft estima que no planeta azul existam cerca de 10 milhões de espécies animais e o objetivo principal da empresa é protegê-las. Contudo, um fator que não permite a proteção destas espécies, é o de muitas delas ainda não estarem identificadas. Para combater esta dificuldade, a Microsoft criou o ‘premonition’, um projeto que usa armadinhas inteligentes. Estas armadilhas são caixas transparentes com captação de imagem e áudio, permitindo capturar insetos.
Caso o inseto tenha sangue de outros animais, será transportado para laboratório, onde serão analisadas as amostras de sangue, e assim conhecer diretamente as espécies de animais existentes e onde predominam os seus habitat.

No entanto, Robert Bernard afirma que a empresa ainda está a desenvolver a qualidade das imagens e a estabelecer parcerias com especialistas de diversas áreas para compreender o mundo da forma mais rápida possível.

Neste sentido, pode-se concluir que empresas como a Microsoft não são apenas importantes para o desenvolvimento tecnológico para o uso do Homem, mas também de forma a fazer uma gestão ecológica melhor e mais equilibrada.

Deixa um comentário