Serralves: fundação partilha o trabalho de Dayana Lucas

Desde o final de Março que a Fundação de Serralves apresenta em exposição o trabalho de Dayana Lucas.

É a primeira apresentação em museu e a tendência é de crescimento. A designer, formada pela Faculdade de Belas Artes do Porto, exibe agora o ‘Espírito Manual’. As estreitas ligações entre a origem venezuelana da autora com as artes visuais foram o mote que deu origem a mais uma criação.

A mostra marca a sua diferença pela sua fluência arquitetónica, bem como pela linha característica de Dayana. A linha preta, geralmente curva, interrupta, sobre o papel A4, dá foco às vivências obtidas através do corpo originadas pelos gestos e ações do quotidiano. Não apenas às linhas que Dayana experiência pelo seu próprio corpo, como também às linhas que os visitantes seguem, por norma, na observação da exposição. A relação entre a exposição e o espaço envolvente, torna-se assim harmoniosa.

O fundo marcadamente branco permite a saliência do traço e a sua disposição, ora na parede, ora no teto, dão vida a uma agitação pautada pela música ambiente. Musica essa que, segundo Dayana, é fundamental para que a exposição se torne ativa.

‘Espirito Manual’ traduzem assim a leveza do corpo expressada pelo mesmo. Comissariada por Ricardo Nicolau, a exposição pode ser deambulada até ao dia 3 de Junho.

Artigo com a autoria de: Ana Miranda

Fonte: Fundação Serralves

 

Deixa um comentário