Universidade Lusófona do Porto, no Portugal’s Future Hoteliers Summit 2018

 Os estudantes da licenciatura de Turismo e Gestão de Empresas Turísticas, Diana Teixeira, David Herrera e Francisco Ribeiro, representarão a Universidade Lusófona do Porto, nos próximos dias 17 e 18 de novembro, no Portugal’s Future Hoteliers Summit 2018.

A cimeira é realizada, anualmente, durante 2 dias, no Monte da Quinta Resort, na Quinta do Lago – Algarve. Os estudantes serão hospedados no Resort e participarão, num final de semana, repleto de desafios, painéis e workshops.

Este evento, organizado pela Terra International, junta estudantes de hotelaria e turismo das mais prestigiadas instituições do país. Tem como objetivo criar uma plataforma onde a futura geração de gestores hoteleiros possa trocar ideias, participar em workshops e fomentar relações com os líderes da indústria, de forma a alargar os seus horizontes, obter conhecimento- perspicaz- e acesso à indústria a que, um dia, vão juntar-se.

O Turismo é, atualmente, um dos mais importantes sectores da economia- seja pelos índices de crescimento que tem mantido ou pelos recursos humanos que mobiliza. Portugal e a Região do Porto e Norte, é, também, um dos sectores económicos mais promissores, razão pela qual é imperativo formar recursos humanos capazes de responder com qualidade aos desafios atuais desta atividade. A Licenciatura em Turismo e Gestão de Empresas Turísticas da Universidade Lusófona do Porto, promove a qualificação e o dinamismo do corpo docente e de alunos.

Francisco Ribeiro, com 20 anos, confessa que a escolha de curso teve a ver já com uma finalidade comum. “Foi principalmente uma motivação e influência do meu pai (…) visto que há projetos futuros, eu seria a pessoa indicada para começar esse projetos.”

David Herrera, tem 22 anos, é de Venezuela. Aquando da sua entrada na ULP, justificada “pela situação do país, tive de vir para cá (…) Vim com a minha mãe, o meu pai e irmão (…). No seu país de berço, já estudava turismo. “Escolhi o curso de turismo, notei que era o que eu gostava”. Diz ele, acreditar, que a escolha do curso deve ser um espelho de quem se é. “Tens de escolher um curso sobre quem és na vida”, acrescenta, “eu acho que é totalmente a minha versão, a minha maneira de ser (…) acho algo muito especial”.

Diana Teixeira, finalista do curso, com 20 anos, partilhou as razões da sua escolha. “Escolhi turismo porque é uma área bastante abrangente (…) Desde a parte económica à parte social”, confessando que, esta é uma área onde lhe dá “gosto de trabalhar”.

No que diz respeito à participação destes, no evento, David Herrera eleva as condições para a participação: “precisávamos experiência de estágio, falar inglês e ter menos de 23 anos”. Esta oportunidade “chegou-nos através do professor Luís Mourão e a professora Isabel” e remata, “achamos que era uma oportunidade a não perder.”

Francisco Ribeiro, partilha como surgiu a oportunidade deste desafio, para a dupla masculina, desta tripla. “No final da aula o professor olhou para mim e para o David. Disse que este evento era a nossa cara (…) quisemos logo ir, fazer parte disto (…) depois, acabamos por descobrir a Diana, que optou por dizer sim a esta aventura”, finaliza, “estamo-nos no sangue (…) acabar com o desafio.”

Entre as instituições presentes neste evento, surgem nomes como Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo – Universidade do Algarve, Universidade Católica – Braga, Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril, Escola Superior de Hotelaria e Turismo –  Instituto Politécnico do Porto, Universidade Europeia – Lisboa, Instituto Superior de Administração e Gestão – Porto.

Esperançosos por um resultado interessante, os alunos – sobre a voz de Diana – ressalvam ser “ Importante (…) Vamos aprender com outras faculdades, a experiência, a participação” e, desafiar as suas competências. “Põe-nos no limite, temos de superar essa barreira e, depois, temos de apresentar a um público.” Sendo que esse público é moldado por gerentes de hotéis, recursos humanos e alunos.

Os vencedores deste desafio – na atmosfera nacional-, terão, então a oportunidade de participar, no próximo ano, no Young Hoteliers Summit na Ecole Hoteliere de Lausanne, na Suíça. Mas, para já estes três jovens mantêm-se fiéis a este ideal, que é materializado por David. “O que é importante é que vamos dar a cara pela faculdade (…) Somos a representação da nossa.”

 

Deixa um comentário