Desmistificar: Afinal, o que é o Reiki?

O Reiki é ainda pouco falado nos media, e até mesmo poucas pessoas sabem o que é o exatamente. Para desmistificar o #infomedia foi falar com a Terapeuta Ana Moreira, Mestre de Reiki.

Ana Moreira – Créditos: Diana Nogueira

 

 

Ana Moreira diz que para ela o Reiki apareceu “naturalmente”, visto que já trabalhava em massagens esta terapia foi um complemento. Explica ainda que foi uma necessidade própria, devido à vida agitada e stressada que levava.

Define como uma terapia complementar, que não tem conotação religiosa e que é uma energia disponível para todos independentemente, do status social.

Algumas pessoas procuram o Reiki como uma terapia de auto tratamento. No entanto, quando é aplicado a outras pessoas requer muito estudo para perceber e entender os pacientes.

“A pessoa vai estar com os centros energéticos abertos, o que a pessoa tem de especial é que recebeu uma iniciação dispôs-se e  predispôs-se aprender e aprender com ela própria.”

Ana Moreira é Mestre de Reiki podendo assim fazer a outras pessoas bem como ensinar a praticar. Tendo por isso frequentado vários cursos para chegar aonde chegou.

Quanto ao funcionamento das sessões de Reiki, responde que é difícil, mas tenta explicar, no entanto,  difere de pessoa para pessoa:

 

Defende que  está terapia traz muitos benefícios para a vida de quem faz e explica cada beneficio com casos de sucesso.

Salienta de uma forma bastante assertiva que quem está a fazer tratamentos prescritos pelo médico não pode parar de os fazer, porque o Reiki é complementar a esses tratamentos independentemente do problema. Como é importante os médicos aceitarem que estas terapias são importantes e ajudam. Alguns já têm uma certa abertura como é o caso de uma paciente e que já é praticado em hospitais públicos como o de S. João.

Este é o primeiro artigo do Desmistificar, este pretende explicar vários fenómenos no mundo da saúde. O Reiki foi o primeiro escolhido, no entanto, para o próximo artigo será explicado o Sistema de Anura outra terapia complementar, também explicada pela terapeuta Ana Moreira. Até à próxima.

 

 

 

Deixa um comentário