A CASA MAIS ENTREITA DO PAÍS SITUA-SE NO PORTO

 

Quantas vezes já passou na Rua do Carmo?

Então, como sabe, lá localizam-se duas igrejas bastantes conhecidas da cidade. De um lado encontramos a Igreja dos Carmelitas, construída entre 1616 e 1628, destinada aos Frades Carmelitas Descalços em que hoje pertence à GNR, e do outro a Igreja do Carmo – mandada construir entre 1756 e 1768, pela Ordem Terceira do Carmo destinada aos respetivos frades.

Mas a novidade está entre as duas.

Foi construída há 250 anos e é conhecida não só como a “casa mais escondida” do Porto devido à sua camuflagem granítica, como também a mais estreita do país

Já serviu de residência fixa e noutros períodos foi morada temporária de artistas que passaram pela cidade em trabalho, de artistas que faziam trabalhos na decoração da Igreja, médicos que trabalhavam no hospital da Ordem e até mesmo reuniões secretas realizadas nos tempos das Invasões Francesas.

Desde a década de oitenta do século passado que não vive lá ninguém. Só há poucos

meses é que se abriu ao público pela primeira vez.

Mas porque é que foi construída uma cama ali?

Reza a lenda que foi construída para separar as duas igrejas devido a uma lei que não permitia que se tocassem.

Surpreendentemente, apesar de pequena, esta casa tem 3 pisos nomeadamente cozinha, sala e quarto.

Pode conferir a galeria seguir:

Fotografia: Paulo Pimenta

Deixa um comentário

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support