Clara Não afirma-se enquanto artista e ativista

Clara Silva não gostava do Silva por ser o apelido de uma grande maioria da população portuguesa. Como queria criar uma marca, adoptou o Não enquanto apelido. E hoje Clara Não é a sua marca. Ao colidir a ilustração com palavras tem feito chegar cada vez mais a um maior numero de pessoas a sua mensagem feminista, de amor o próprio e de justiça social, mas sempre, claro, alicerçada ao humor.

 

https://www.youtube.com/watch?v=lwscSbhtS9E

 

Edição realizada em conjunto com Daniel Dias.

Deixa um comentário